18 de fevereiro de 2010

Khthonios:Fallen in the Hades

Quando morremos para onde vamos?Eu não sei, nem ouso mais procurar saber (Sinceramente já me fartei de pensar nisso) os gregos diziam que iamos para o Hades (Reino dos mortos).Este Khthonios tem tudo a ver com a morte,com o Hades e com a surpresa de nos encontrarmos num sitio distinto,estranho e tenebrosamente calmo.Khtonios tem a ver com os espíritos,deuses e entidades subterrâneas,em Português chamadas de entidades Ctónicas.Os Deuses Ctónicos são as divindades terrenas, ligadas a terra,não tanto com a sua superfície mas sim com o seu interior, por outras palavras tem a ver com o mundo inferior.Quem é que não conhece Hades? (erradamente chamado deus da morte).Hades é o Deus supremo desse mundo e tem mais importancia do que normalmente se lhe atribui,ele é ao mesmo tempo um Deus Olímpico e Ctónico,ou seja divindade celestial e terrena,o ser mais interessante e intrigante do Olimpo,um complexo paradoxo entre o terreno e o divino e muitas vezes entre o bem e o mal.Este trabalho foca uma divindade outrora alada,outrora olimpica, agora perdida,derrotada e totalmente convertida em mais uma alma das infinitas que habitam o reino sombrio. 100% Digital

15 comentários:

João Amaral disse...

Eduardo, não cessas de me surpreender. Que trabalho magistral. A relação claro/escuro resulta muito bem. E posso-te dizer que este é um daqueles trabalhos que nos despertam montes de ideias para uma bd, além de que o texto também está muito bom. Parabéns e continua a fazer obras deste nível, que é excelente+1!!! FANTÁSTICO em todos os sentidos!

El Mo disse...

Está cool. Não deixo de notar que pensas bem melhor os pontos de luz, e a sua relação com as sombras. As texturas estão cada vez melhor. Sei que é de propósito mas se tivesses em atenção a cara da personagem ficava fantástico. Um conjunto destes acho que merecia uma cara... ou então não. Continua!

Um abraço

www.manuelmorgado.com

OCP disse...

WOW!!!

Melhoras a cada trabalho, Edu. O jogo de sombra e luz nesta imagem está fantástico. :D

Abraço. :)

Fil disse...

Muito boa esta ilustração Eduardo.
Penso que é uma das tuas melhores!
Abraço
Fil

Eduardo Monteiro disse...

Olá a todos!
João,Isso é bom sinal (penso eu) é sinal que estou em movimento,é sinal que estou a andar pra frente e não para traz ou para os lados hehe.Pois é amigo,o tema mitológico é mágico e faz magia connosco,já o Raz disse que dava pra fazer umas estórias boas com base nesse trabalho,mas eu acho que todo o mundo mitologico dá excelentes estórias e consequentes ilustrações,eu já não quero outra coisa hehe,É das poucas vezes que sou elogiado pelo texto,eu não tenho grande aptidão para as letras,mas parece que desta vez acertei.Muito obrigado :)

Manuel,cool é uma palavra muito cool lol mas esse trabalho gostaria que as pessoas olhassem para ele de forma mais seria e profunda,mas pra isso é que existe a evolução e o trabalho não é?
A principio ela tinha cara mas eu não queria focar só a personagem eu queria que a imagem fosse uma composição sem sentimento e nem expressões,já que todos sabemos que basta um rosto para contextualizarmos toda uma situação...Mas como sou maluco ainda faço um update com um rosto :D Valeu El Mo

OCP,Muito obrigado parceiro,tenho tentado andar pra frente hehe

Fil,Grazie Filipe,eu posso a considerar das melhores mas não é a minha favorita,todas elas são pra mim como ''filhos'' gostamos de todos mas há sempre um que é o nosso favorito hehe

Obrigado a todos pelos comentários :D

isabela disse...

Pô garoto....n tnh k dizer nao...esta fantastico como todos os outros....parabens.

beijo te adoro e desculpa tu sabes o porquê....

Eduardo Monteiro disse...

Lol Obrigado Isabela
Eu tmbm ''gosto dji voçe'' hehe

Anônimo disse...

Meu irmao, ta maneiro ahah
So dava mais um pouco de força a luz! "Piqueno pormenor"
beijinho irmao

Barbara Lourenço disse...

Está óptima como sempre Edu!
Se um dia criar algo mais "humanista" gostaria de trabalhar contigo ;)
Keep Going
Kiss Kiss

Eduardo Monteiro disse...

Oh johnny era bacano mas é dificil com o mouse...Agora ja ganhei vontade e habito de usar tablet que comprei os trabalhos daqui pra frente serão mais elaborados e com mais promenor o proximo trabalho será uma surpresa para todos os visitantes do blo tanto a nivel tecnico como estetico :=

Valeu irmão!

Barbara,obrigado :)
Define humanista,é que eu gostaria de trabalhar contigo tambem seja qual for a tematica :]

Obrigado :D

Diana Amaral disse...

Adorei. Mesmo profissional!!!

Eduardo Monteiro disse...

Muito Obrigado Diana!
Bons trabalhos! :D

D_Sp_Nise disse...

Sr. Edu muitos parabéns pelo teu blog, está brutal e nota-se que tens o cuidado de o inovar e torná-lo sempre dinamico.
Não percebo nada de desenhos, por isso aqui vai a minha opinião relacionada com o que me desperta quando olho para este:
Vejo uma personagem, que pode ser qualquer um por não ter face,que se encontra num sítio obscuro mas não totalmente. Por se encontrar com a cabeça erguida, parece estar determinada em não permanecer por ali .O pormenor da luz vinda de cima e de trás, atravessando as frestas das asas,iluminando alguns contornos do corpo, faz-me pensar se há relação entre esta personagem sentada com as figuras que voam lá de em cima.
A imagem relativamente com o teu texo mostra uma estreita ligação entre Céu, Ser e Lugar. A ver se me expresso claramente: Haverá um lugar para onde vamos se morrermos?Se há como poderá ser? Desde os gregos que não se sabe....daí entra essa imagem que apresenta um sítio não totalmente escuro que dá uma idea de desconhecido, de ingógnito...
Beijo e continua a apostar em ti;)

Eduardo Monteiro disse...

olá D sp Nise, Podes tratar-me por Eduardo e deixa o senhor a porta hehe agradeço o elogio.

Sabes a arte embora tenha uma grande componente objectiva a sua natureza é a subjectividade (na minha opinião)Dantes eu apenas postava os trabalhos e embora não me espressa-se tão bem graficamente como agora o publico não percebia o objectivo dos trabalhos.

O facto da personagem não ter rosto tem dois objectivos:1º retirar identidade a mesma,podendo assim ser indetificada como todos nós ou nenhum de nós. e 2º é uma questão estética,é para desviar a atenção da ilustração da personagem central fazendo com que os olhos do espectador ''corra'' o trabalho todo , de cima a baixo.

Existe uma relação sim entre as personagens do ceu e ela no chão,isso em si é esclarecedor,ela foi ''deportada'',foi expulsa do ceu (Olimpo) e foi descartada para a terra (Hades).

Essa é a questão,existe um lugar para onde vamos...será um céu? será uminferno? e se na verdade vamos para os dois? ninguem sabe...

E será que o inferno é mesmo o lugar mau? mas isso levava-nos a outra conversa hehe

Muito obrigado pelo comentário, opiniões dessas são sempre bemvidas aqui e em qualquer lugar.

Valeu!

Lucas disse...

Quando morremos para onde vamos?

A maioria vai para o Hades (inferno9 mas uma maioria irá para o céu.

(Mateus 25:41)